Com suas dimensões reduzidas e facilidade de uso, esta é a máquina ideal para usar na oficina inclusive para integrar uma unidade de diagnóstico ou uma linha de testes de veículos.

O funcionamento da versão inercial é baseada no cálculo das acelerações que o veículo imprime à massa do volante do dinamômetro. Este é usado para medir potência, torque, velocidade e regime de rotações do motor.

Além disso, permite avaliar de forma simples e rápida a precisão do velocímetro de bordo.

Com suas dimensões reduzidas, a versão DF2I é também indicada para o transporte em reboques equipados para prestar apoio em competições automobilísticas. Por ser um equipamento compacto, é também fácil de instalar sobre o pavimento.

Esta versão oferece funções e programas adicionais que permitem realizar testes de diagnóstico mais aprofundados.

Graças ao uso do freio de correntes parasitas, é possível realizar inúmeros testes de funcionamento. O programa de simulação em estrada permite, ainda, operar sobre o veículo com instrumentos de monitoramento que facilitam sua afinação. Um datalogger especial fornece informações em tempo real sobre o estado das grandezas analisadas.

A presença de dois pares de rolos (mecanicamente ligados para garantir a mesma velocidade de rotação) foi estudada para garantir condições de máxima segurança durante as fases de teste e maior eficiência de bloqueio do veículo. A segurança desta estrutura também permite executar operações de configuração com extrema rapidez, ao contrário do que acontece com os sistemas monorrolo em que os veículos estão apoiados em equilíbrio.

O sistema Dynorace permite realizar testes em veículos de alto desempenho (potência máxima no eixo de 400 kW, velocidade máxima de 300 km/h) graças ao uso de componentes de alta tecnologia e rolamentos de alto desempenho.

Os testes de funcionamento suportados pelo sistema Dynorace através do uso do freio de correntes parasitas permitem coletar dados que serão processados pelo software, para apresentar as seguintes informações:

  • Potência máxima na roda e no motor e perda de potência, apresentadas nos gráficos e tabelas numéricas relativos aos testes realizados
  • Torque da roda e do motor, apresentados nos gráficos e tabelas numéricas relativos aos testes realizados
  • Simulação de regime de rotações constante
  • Simulação com tração constante
  • Simulação em estrada
  • Valor das discrepâncias do velocímetro
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DF2I
(inercial)
DF2IS
(inercial)
DF2FS
(com freio)
DIMENSÕES
Dimensões Dyno (mm) 2400x980x390 3190x1060x390 3190x1060x390
Largura dos rolos (mm) 650 650 650
Distância entre rolos (mm) 550 550 550
Faixa de rodagem (mm) 318 318 318
Distância entre eixos (mm) 850-2.100 850-2.100 850-2.100
Passo (mm) // // //
Elevação e bloqueio pneumático pneumático pneumático
Peso (kg) 1.000 1.280 1.100
DESEMPENHO
Velocidade máxima(km/h) 300 300 300
Potência na roda (kW) 400 400 400
Torque teórico na roda (kgm) - - 160
Força de tração (kN) - - 7.5
RPM máximo (rpm) 5.000 5.000 5.000
Peso máximo por eixo(kg) 2.500 2.500 2.500
Dimensão da roda (polegadas) 13-23 13-23 13-23
GESTÃO DE DADOS
Rotação dos rolos (rpm) 6.000 (encoder) 6.000 (encoder) 6.000 (encoder)
Medição da força (N) - - 5.000 medidor de tensões
Gestão dos freios (vcc) - - 192V PWM 8bit
Temperatura gases de escapamento (K) 1.000 1.000 1.000
Temperatura óleo (°C) / H2O (°C) 0 - 150 0 - 150 0 - 150
Sensor pressão turbo (bar) (bar) -1.00 + 3.00 -1.00 + 3.00 -1.00 + 3.00
Sonda Lambda (AFR-λ-Custom) Si Si Si

Os dados de medição são coletados e padronizados através de uma estação barométrica integrada de acordo com as seguintes normas: DIN 70020, EGW 80/1269, ISO 1585, SAE J1349, JIS D1001

Loading